sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Cachorro com raiva, jamais. Tem é mais dono nervoso.

O seu pet muitas vezes não vê ou interpreta o mundo do mesmo jeito que você. O importante é saber lidar com seu cão, desde como dar comprimido para cachorro até como controlar latido de cachorro grande. Portanto, haja com paciência que vocês sempre irão acabar se entendendo.




quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Eu fiz cocô

Hoje eu e a Molly fomos passear e encontramos uma cãozinho muito bacana, o Fiofó. Só não aprovamos a atitude do dono do Fiofó, pois ele não recolhe o cocô.


Sobre nós

Olá eu sou a Molly. Uma Rottweiler. E eu sou o Panetone um Vira lata. Vamos contar um pouco da nossa história e do nosso cotidiano.



Eu, Molly, nasci no dia 12/03/2014. Cheguei em casa com o objetivo de ser "guarda da casa", pois nossa casa havia sofrido uma tentativa de furto. Mamãe, logo que cheguei, criou pra mim uma conta no Instagram.



Ela queria compartilhar um pouco do meu dia-a-dia, registrando o meu crescimento e momentos únicos. Eu não sou um "cachorro grande" que fica preso no fundo do quintal. Não mesmo. Faço parte da família.


Recebo muito amor e por isso sou amorosa. Já fui à praia e amei. Aos domingos vou almoçar na casa da vovó. Adoro!


Adoro brincar de ficar pegando bolinhas de sabão. Fico hipnotizada. O Instagram nos trouxe amizades improváveis, mas que hoje fazem parte do nosso cotidiano. Temos amigos no Japão, Grécia, EUA, São Paulo, Salvador, Londrina...



Eu, Panetone, cheguei dia 22/02/2015, acho que devia ter quase um aninho. Meus pais me viram numa rede social, ficaram sensibilizados e foram até o local onde eu estava abandonado.



Embaixo de uma caçamba de entulhos. Sem forças para ficar em pé, eu agradeci a visita abanando o rabinho. Nem conseguia comer. Estava muito desnutrido. Eles me levaram pra casa e cuidaram de mim.


No princípio com o objetivo de arrumar um novo lar, mas logo viram que eu já fazia parte da família. Mamãe até fez curso de Alimentação Natural para cães, pois quer o melhor pra nós. Comida de verdade, sem industrializados. Logo me recuperei. Hoje estou lindo, forte e gigante. O amor que recebi eu devolvo em dobro ou até triplicado.


Eu adoro passear. Quando não saio, adoro cavar o quintal, mas ainda não encontrei nenhum tesouro ou petróleo enterrado. Caminhamos quase todos os dias. Adoramos apreciar o nascer ou o pôr do sol. Curtir a paisagem e o momento.




Não importa o tamanho do pet. Se é mini, médio grande ou gigante. Se é de raça ou não. O que determina a nossa personalidade é o amor. Você nos entrega um pouquinho e nós retribuímos com dedicação total. Somos experts em amar.




Caso você nos encontrem por aí, não tenham medo. Amamos carinho e se quiser, fique a vontade para nos dizer um olá. Vocês podem nos acompanhar no Instagram, no perfil @rott_molly. Nossas aventuras estão registradas lá. E aqui no site.


Nos vemos por aí . “Lambeijos” da Molly e do Panetone.



quinta-feira, 8 de novembro de 2018

VAI VIAJAR? CHAME UM PET SITTER

PET SITTING (PET SITTER) 

Você possui um pet? Ele é um cachorro ou um gato? Você possui ambos animais de estimação? Ou ainda você possui outro tipo pet? 


Vai viajar e não tem onde deixar o seu pet?

Não precisa! Você sabia que ele pode ficar aí mesmo na sua casa, no local onde ele está acostumado a ficar.

Nossa equipe irá até a sua residência. Realizaremos toda a manutenção necessária para o seu pet não precisar passar pelo estresse de ter que mudar de ambiente, como ocorre no caso dos hotéis. 

Além disso seu pet ficará no conforto do ambiente onde ele está acostumado a ficar. 

Inclusive minimizando o estresse de ficar longe do dono, pois ele irá permanecer no local onde ele sabe que o dono irá retornar.

Outra vantagem é evitar inúmeros riscos que poderão ocorrer, envolvendo o contato com outros animais, como ocorre no caso dos hotéis. 

 O seu pet é sociável? E o outro hospede? Será que também é sociável? 


 

Saiba que ele irá conviver com outros animais durante sua ausência.

Vamos enumerar alguns riscos que eventualmente poderão ocorrer:

- Risco de fugas. Sim, ele poderá fugir do local.

- Adquirir eventuais doenças de outros hóspedes.

- Evitar riscos de adquirir parasitas de outros hóspedes como pulgas e carrapatos.


 

 Veja também:  Dicas de como acabar com carrapatos em cachorros

- Evitar riscos no caso de pets que não foram castrados e poderão entrar no cio.

 Existem hotéis que aceitam pets no cio. Será que estão preparados para lidar com esses casos?

- Evitar eventuais brigas que possam ocorrer com os demais pets ali hospedados.

Lembre-se em um ambiente diferente daquele que o pet está acostumado, o risco de estresse é grande. Estresse muitas vezes desencadeia a agressividade.



VANTAGENS DO PET SITTER

  • Reduz da probabilidade de estresse devido a mudança de ambiente. Seu pet ficará aí mesmo, onde ele está acostumado a ficar.
  • Evita interromper a rotina do seu pet.
  • Elimina riscos de adquirir doenças por devido ao contato com outros animais ou ambiente diferente.




O QUE INCLUI A VISITA DO PET SITTER
 

O ideal é que as visitas sejam diárias, pelo menos 01 vez ao dia.

Durante a visita, haverá:

  • Interação com o pet durante a visita. Ele não vai se sentir sozinho uma vez que diariamente haverá alguém indo até o local para interação.
  • Reposição de água e ração
  • Higienização do local onde o pet faz suas necessidades fisiológicas.


PREÇO


Outros serviços
Além do serviço de Pet Sitter, oferecemos:
- Dog Walker - passeios/caminhada (saiba mais)

Obs: Você poderá integrar os dois serviços, minimizando ainda mais sua ausência para o pet. Entre em contato conosco e saiba mais.

A empresa

A Turma do Panetone é um serviço compartilhado por pessoas que amam os animais, que tem conhecimento e cuidado para servi-los.


Nosso foco está no  bem estar do seu pet, por isso acumulamos experiência e conhecimento para melhor atender as suas necessidades e as do seu animal de estimação.

Oferecemos os seguintes serviços

- PET SITTING (PET SITTER)

- DOG WALKING (DOG WALKER)



Fazer nada