12 temperos que cachorro pode comer e utilizar na alimentação natural.

Os temperos são permitidos para cães, porém nem todos eles. Alguns temperos que utilizamos na cozinha não são recomendados para os nossos cães.

Utilizar alguns temperos na alimentação dos seus cães, além de agregar mais sabor a comida, deixando o alimento mais atrativo, traz diversos benefícios para a saúde do seu pet.

A quantidade também é outro fator que deverá ser levado em conta na hora de utilizar aqueles temperos que são permitidos para os nossos pets. 

A dosagem de temperos a ser utilizada na alimentação natural do seu cachorro deve ser moderada e em conformidade com o peso/quantidade de alimentos ingeridos.

Selecionamos 10 temperos e seus benefícios, para você utilizar na alimentação natural do seu pet.

Esses temperos você encontrará com facilidade em redes de supermercados, casas de produtos naturais e até mesmo aí no seu jardim.

1 - Alecrim

É uma excelente fonte de vitamina E, sendo bom para aqueles cães mais idosos, quando estes ficam mais “chatinhos” para comer, começando a comer pouco, além de ser excelente para aquele cachorro que costuma soltar muitos gases.

2 - Coentro

É um excelente antifúngico, sendo um antibiótico natural. É rico em cálcio, manganês, ferro, magnésio e potássio, auxiliando na prevenção de doenças do coração.

Contém vitaminas A e C, que auxiliam na manutenção e melhora da função imunológica, reduzindo as inflamações e desaceleram o envelhecimento cognitivo.

Outro benefício deste tempero é que ele também auxilia na eliminação de metais pesados.

3 - Cúrcuma ou açafrão

É um tempero excelente para incrementar na alimentação do seu cão, servindo para muitas funções como:

  • Antifúngico
  • Antibactéria
  • Anti-inflamatório

4 - Gengibre

Um excelente anti-inflamatório que auxilia na longevidade do seu cachorro, além de possuir propriedades que aumentam e melhoram o metabolismo. 

5 - Gergelim

Possui propriedades antioxidantes e vitaminas importantes.

6 - Hortelã

Excelente para a digestão, além de ser um ótimo expectorante.

O seu cão pode inclusive tomar um chá de hortelã :)

7 - Manjericão

Ótimo para o fígado. Este tempero além de cheiroso, possui ação cicatrizando, promovendo na proteção do pâncreas e no melhorando o funcionamento da vesícula biliar.


8 - Orégano

Este é um tempero que sempre temos em casa e você poderá utilizar na alimentação natural dos seus cães.

Possui propriedades que ajudam no combate de fungos e leveduras.

9 - Salsinha

Este tempero é rico em flavonoides, sendo excelente para a prevenção e combate ao câncer.

A salsinha também age em benefício dos rins e fígado.

10 - Canela

É excelente para cães que estão com problemas de gases. 

A canela regula a glicemia e suaviza gazes. 

É um excelente tempero para cães que possuem problemas nas articulações, principalmente os mais idosos e aqueles com artrite.

Além disso, a canela auxilia a diminuir a pressão sanguínea e o colesterol ruim.

11- Tomilho

O tomilho é outro excelente tempero. É fonte de cálcio e ferro.

Este tempero possui as seguintes ações benéficas quando utilizado na alimentação do seu cachorro:

  • Auxilia na digestão;
  • Possui ação anti-inflamatória;
  • Indicado para cachorros que tiveram a doença do carrapato;
  • Indicado para cães com problemas de pele e alergias;
  • Possui ação antifúngica;
  • Auxilia na formação das plaquetas sanguíneas;

12 - Alho

O alho é um tempero que não deve ser ministrado com exagero, pois em demasia é tóxico para o seu cão, por outro lado em pequenas quantidades passa a ser muito benéfico, possuindo propriedades anti-inflamatória,  anti fúngicas, ajudando a aumentar a imunidade do seu cachorro.

Dosagem dos temperos na alimentação do seu cachorro.

O importante é que você precisa considerar é estar variando de temperos durante a alimentação do seu cão. Não colocar sempre o mesmo tempero e procurar dosar na quantidade, sob pena de alterar o sabor da refeição.

O ideal é utilizar em pequenas doses.

Cuidado com o uso do sal, da cebola e do alho.

No caso da cebola, nunca utilizar por ser venenosa para os cães.

Quanto ao sal, utilizar com muita moderação e não utilizar sal refinado. Prefira sal marinho.



Postagens mais visitadas deste blog

SAIBA MAIS SOBRE COMO TOSAR CACHORRO

Conheça 3 dicas caseiras para tratar as manchas de lágrima ácida no seu cachorro